Outubro Rosa: cuidados habituais para se prevenir do câncer de mama

Estamos no mês de conscientização sobre o câncer de mama, e por se tratar de uma condição difícil e que precisa de grandes cuidados é sempre importante prevenir-se.


Importante recordar que o câncer de mama não é uma doença exclusiva para mulheres! Homens também podem, e devem, realizar autoexame e ficar atentos para possíveis predisposições genéticas (parentes que já tiveram ou tem esse tipo de câncer). Portanto, essa matéria também serve para o público masculino.


Recomendamos que o seu condomínio abrace essa campanha, assim podemos levar prevenção e saúde para moradores e visitantes. No Brasil, cerca de 13% dos casos de câncer de mama em 2020 (aproximadamente, 8 mil ocorrências) poderiam ser evitados pela redução de fatores de risco relacionados ao estilo de vida


Sendo assim, para além do autoexame (que é essencial), separamos algumas medidas preventivas e hábitos saudáveis para esse fim:



 


Exercício Físico


Ainda se há pouca compreensão sobre a importância do exercício físico para a prevenção do câncer de mama. Na verdade, 28% das mulheres espalhadas por 20 países não percebem a ausência de atividade física como um fator de risco, apesar de ser considerado um agravante.


Sendo assim, segundo a OMS, bastam 2 horas e meia por semana de exercícios moderados para já estar dentro do que é recomendável. Então por que não implementar aulas conjuntas de atividades físicas no condomínio? Funcional, hidroginástica ou até um grupo de caminhada/corrida/bicicleta. Simples e ainda contribui para melhor relacionamento social.



Alimentação adequada


Essas dicas até parecem saídas de uma consulta com um nutricionista, mas são de grande relevância na prevenção contra o câncer de mama. Uma alimentação saudável e equilibrada também colabora para a prevenção de diversas outras doenças, logo, é uma ação com inúmeros benefícios.


E se fosse criada uma horta dentro do espaço condominial? Além de promover uma saúde mais bem cuidada coletivamente, ainda se torna uma atividade diária para pessoas idosas, um lazer saudável para crianças e um aprimoramento para a saúde mental de vários moradores (alívio da depressão, ansiedade e TDAH, por exemplo).



Moderação na ingestão de bebida alcoólica


Sim, essa medida também ajuda a prevenir o câncer de mama, portanto é essencial saber dosas a quantidade de bebida alcoólica que se ingere. Além disso, é essencial lembrar-se da hidratação constante, aumentando o consumo de água.





Sabia que atividade física e controle do peso e do consumo de bebida alcoólica diminuem o risco do câncer de mama? Arraste as imagens para o lado para informações sobre prevenção primária, diagnóstico precoce e rastreamento desse tipo de câncer.

Acesse https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-mama e saiba mais.




 


Mamografia periódica


O exame de mamografia é essencial para a manutenção da saúde da mulher, sendo um aliado fundamental na prevenção do câncer de mama. O INCA - Instituto Nacional de Câncer, indica que o exame de rotina para quem não apresenta sintomas ou sinais de câncer de mama seja feito a cada dois anos em mulheres na faixa dos 50-69 anos.

O número de mulheres, entre 50 e 69 anos, que nunca fizeram mamografia no País, caiu de 31,5%, em 2013, para 24,9%, em 2019, como divulgado na apresentação Rastreamento de câncer de mama no Brasil: resultados da nova Pesquisa Nacional de Saúde. Mesmo com esse avanço, é importante seguir conscientizando, enquanto condomínio, a seus moradores sobre o assunto.



Autoexame


A mais conhecida das prevenções, mas isso com certeza não reduz a sua importância. Com o autoexame, diagnósticos precoces podem ser realizados e, uma vez confirmados, reduzir as chances de alto impacto da doença e encurtar o tempo de tratamento.


Eis alguns sinais e sintomas para se ficar atento:


  1. Presença de nódulo ou caroço que não dói;

  2. Alteração na coloração ou forma do mamilo;

  3. Liberação de líquido pelo mamilo;

  4. Alterações na pele da mama, como vermelhidão ou pele mais dura;

  5. Inchaço ou alteração no tamanho de uma das mamas;

  6. Coceira frequente na mama ou no mamilo;

  7. Alteração na coloração ou forma da aréola;

  8. Formação de crostas ou feridas na pele junto do mamilo;

  9. Veias facilmente observáveis e que aumentam de tamanho;

  10. Presença de um sulco na mama, como se fosse um afundamento;

  11. Caroços ou inchaço na região das ínguas da axila.



 


Para maiores informações sobre o assunto, acesse o site oficial da campanha pelo INCA, que também foi a nossa fonte de informações para a construção desse artigo.




Esperamos ter ajudado e sugerido boas medidas para maior harmonia e saúde do seu condomínio. Para mais matérias, acompanhe o nosso blog.