Água em falta: como se preparar para a crise hídrica no Brasil

Ultimamente tem se escutado muito sobre a temida crise hídrica no Brasil, já que estamos enfrentando um período de seca grave. Por sermos um país majoritariamente composto por fontes hidroelétricas de energia, a situação realmente é alarmante e, por isso, é essencial se munir de maneiras de proteger ao máximo o seu condomínio.

Pensando nesse alerta, o BRCondomínio separou nessa postagem 6 medidas eficazes que podem minimizar os efeitos desse cenário:


 


1. Automatização de sensores


Dessa forma, sabe-se melhor a quantidade e a periodicidade do uso de água nas dependências do condomínio. Além disso, evita usar desse recurso mais que o necessário, mantendo a saúde dos espaços verdes com os regadores automáticos, por exemplo, mas sem excessos.



2. Individualização da água

Menos desperdício e maior clareza de informações sobre o uso em cada unidade condominial, inclusive em termos financeiros.



3. Poda de áreas verdes

Pode parecer mínimo, mas só o fato de manter as plantas mais podadas, reduz a necessidade de líquido das mesmas. Assim, a água excedente pode ser direcionada a outros pontos de mais atenção.


pessoa desperdiçando água limpando o teto com uma mangueira de alta pressão
Água em falta: como se preparar para a crise hídrica no Brasil

4. Reveja o uso abundante de água na limpeza


Em diversos espaços comuns condominiais não há a necessidade de lavagem constante, muito menos de grande quantidade de água. Vassouras, rodos e materiais semelhantes podem suprir a limpeza e ainda utilizar de uma quantidade muito menor... Em casos mais essenciais, preferir a água de reuso, como a sugerida na dica anterior.



5. Investimento em painéis solares


Além de oferecer mais autonomia sobre a distribuição de energia, existem modelos no mercado que suprem a necessidade enérgica mesmo em períodos nublados, armazenando parte da mesma para uso noturno. Dessa forma, reduz a possibilidade de falta de energia e ainda reflete positivamente nas contas de energia.



6. Conscientização aos moradores

Os meios de comunicação condominiais vão além de informar datas de reformar e reuniões... Servem também como canais de conscientização. Por mais cliché que pareça, alertar sobre economia de água (banhos menos demorados, certificar-se que as torneiras de fato estão bem fechadas e coisas afins) é eficaz para reduzir os danos relacionados à crise hídrica dentro do condomínio.


 

Claro que essas medidas não excluem toda a preocupação com essa situação difícil que enfrentamos no país, mas ao menos já suaviza os efeitos. Para essas e outras postagens úteis, siga de olho em nosso blog.