Profissional de manutenção: saiba a importância e as diferentes especialidades

No dia 20 de dezembro foi comemorado o Dia do Profissional de Manutenção. O profissional de manutenção é uma figura muito importante no cotidiano, pois é o responsável por realizar diagnósticos, instalações e manutenção preventiva e corretiva de sistemas, máquinas e equipamentos, conforme os procedimentos definidos e normas técnicas. Acompanha cronograma de execução de serviços e registra manutenções finalizadas. O profissional de manutenção, tem grande importância, sendo este experiente e capacitado, pois é capaz de prolongar a vida útil de equipamentos, o que acaba por reduzir custos com reparos e paralisações, ao mesmo tempo que otimiza a produção. A competência desse profissional especializado é determinante em garantir a segurança e proteção para todas as pessoas, pois a falta de tal manutenção – ou sua ineficiência – provoca inúmeros acidentes.



"é o responsável por realizar diagnósticos, instalações e manutenção preventiva e corretiva de sistemas, máquinas e equipamentos"



Existem quatro tipos de manutenção que são recorrentes no setor: preditiva, preventiva, planejada e corretiva. Cada empresa tem necessidades específicas e, portanto, implementam um tipo preciso de manutenção.


Manutenção preditiva


A manutenção preditiva inclui atividades que visam o estudo de sistemas e equipamentos que compõem a edificação, com análises de seus comportamentos em uso. O objetivo é apontar eventuais danos, além de direcionar e programar os procedimentos de manutenção preventiva.


Manutenção preventiva


Já a manutenção preventiva e planejada, contempla atividades programadas de controle e monitoramento que prezam pela conservação dos bens, elementos e equipamentos que formam as edificações. A ideia é reduzir ou impedir falhas de desempenho. Os equipamentos, estruturas e sistemas que devem receber ações preventivas, são: bombas; elevadores; motor dos portões automáticos; portões de acesso de pedestres e veículos; interfones; painéis elétricos; sistema de segurança e de combate a incêndio; fachadas e acabamentos do prédio; instalações de água e esgoto; instalações elétricas; instalações de gás.


Manutenção corretiva


Por fim, há a manutenção corretiva, que inclui ações emergenciais e sem planejamento, necessárias para retomar a funcionalidade de determinado componente.





Tratando-se de manutenções em condomínios, negligenciá-la pode resultar em responsabilização civil de proprietários, síndicos e administradores. Essa função é de extrema importância, cabível ao síndico realizar, prevista no artigo 1348 do Código Civil. Mesmo sabendo que o síndico é a figura central do condomínio, é interessante e considerável consultar pessoas da área jurídica, financeira e de engenharia para respaldar melhor suas escolhas e atitudes.


Viabilizar tarefas de manutenção preditiva no condomínio é essencial, pois garante a segurança condominial e o bom funcionamento de todos os equipamentos, estruturas e sistemas. Nesse contexto, um plano de gestão deve ser implantado, começando com a realização da inspeção predial, para evitar sérios problemas futuros. Um dos diversos benefícios dessa manutenção, é que ela valoriza o patrimônio como um todo, além de promover o bem-estar, a proteção, a segurança e tranquilidade no dia a dia de todos os condôminos e funcionários.


Através desse artigo, parabenizamos todos os Profissionais da Manutenção, pois são vocês que mantém um lugar com todas as suas competências técnicas para um bom funcionamento, através de um plano eficaz que envolve etapas específicas, com o objetivo de conceder pleno cuidado e preservação.